Sexta-feira, 20 de Outubro de 2006

Problemática da Droga

Presentemente, a problemática da droga faz parte do nosso dia a dia.
Considera-se importante que os jovens tenham conhecimentos que lhes permitam compreender esra tão complexa problemática, de forma a facilitar a criação de mecanismos de defesa nas situações de risco de consumo.

A curiosidade, a pressão do grupo e o gosto pelo risco são as principais causas que levam os jovens a experimentar a droga. A fuga a determinados problemas afectivos, de ordem pessoal ou familiar é uma razão comum, tanto nos jovens como nos adultos.

O percurso do consumo de droga está intimamente ligado à dependência que esta cria no consumidor (ver detalhes em Drogas).
O consumidor sente um intenso desejo de se drogar (dependência psicológica). O organismo fica dependente da droga e a falta desta provoca um grande mal estar físico (dependência física). Para conseguir o efeito desejado, o consumidor tem necessidade de ir aumentando a quantidade de droga.

A droga provoca alterações ao nível do sistema nervoso central podendo modificar o modo de pensar, de sentir e de agir.
Os efeitos da droga variam conforme o tipo de substâncias, o estado físico e psicológico do consumidor e o contexto em que se ocasiona o consumo (ver detalhes em
Drogas).

A droga vai dominando e empobrecendo a vida. Diariamente, o toxicodependente pode viver situações de risco de vida, ora por excessos de consumo (overdose), ora por ter determinados comportamentos (utilização de seringas infectadas e/ou relações sexuais sem protecção), os quais podem originar doenças incuráveis.

A relação com a droga pode levar, em casos de grande dependência, a problemas com a justiça, devido a assaltos e outro tipo de roubos.E isto acontece, devido aos preços que a 'economia' da droga a nível mundial estabelece, porque à custa da dependência de uns, enriquecem outros

Drogas:

Anfetaminas

 

"A consciência dos riscos e perigos do
consumo de substâncias, a capacidade de equacionar
a sua vida tendo presente o futuro e, mais do que tudo,
o sentir que não precisam de utilizar substâncias
para se sentirm bem e terem prazer na sua vida
parecem ser alguns dos factores protectores (...)"
(Pais, J. Machado. org; in Traços e Riscos de Vida;1999:117)


As anfetaminas são de origem sintética e são mais frequentemente injectadas ou tomadas por via oral.
Criam grande dependência psíquica e a dependência física é, normalmente nula mas, possível.

O uso habitual desta droga causa aumento da vigília, excitação, euforia e diminuição do apetite. Tomada em 'overdose' pode provocar agitação, hiperactividade, irritabilidade, insónia, convulsões e psicose anfetamínica (ideias paranóides).
Em relação aos efeitos a longo prazo esta droga pode provocar: alimentação deficiente, insónia, perturbações cutâneas, alucinações, ideias de referência, suspeita, psicose semelhante à esquizofrenia paranóide e agressões.

anfetaminas
           

Cocaína

 

"(...)É neste contexto que muitas vezes se passam novas barreiras e se iniciam os consumos por via endivenosa, os roubos, a prostituição..."
(Pais, J. Machado. org; in Traços e Riscos de Vida;1999:136)

A cocaína é originária da folha da coca.
É frequentemete injectada, inalada ou toamada por via oral (sob  a forma de crack). Cria uma dependência psíquica grande e sendo injectada, cria também grande dependência física.
Em relação aos seus efeitos, o seu uso habitual cria excitação, autoconfiança e irritabilidade. A sobredosagem de cocaína, cria, por seu lado, uma reacção ansiosa aguda, irritabilidade, depressão, sensações paranóides e psicose cocaínica (alucinações tácteis).
A longo prazo, o consumo de cocaína provoca:  ulceração do septo oral, psicose e criminalidade.

cocaína

 

Ecstasy

 

A influência dos outros, a incapacidade de equacionar o futuro e tomar decisões reflectidas e o desejo de aventura determinam o percurso."
(Pais, J. Machado. org; in Traços e Riscos de Vida;1999:125)

A sensação criada pelo ecstasy, de bem-estar e alegria, conjuga-se bem com o prazer procurado pelos jovens no fim de semana, nas discotecas e nas raves.
Apresenta-se sob a forma de comprimido e, por ser uma droga recente, os seus efeitos alongo prazo não se podem determinar com rigor.
No entanto, o uso e abuso desta droga pode ser mortal, principalmente quando combinado com outras drogas ou alcoól.

ecstasy

 

Haxixe

 

" Mas mais do que a dependência ou não do haxixe, o que preocupa a maioria das pessoas é o risco da escalada do haxixe para outras drogas"
(Pais, J. Machado. org; in Traços e Riscos de Vida;1999:123)

O haxixe são as extremidades e a resina do CANNABIS (folhas e flores). É frequentemente fumado ou tomado por via oral.
Cria grande dependência psíquica e a dependência física é nula, mas possível.
O uso habitual de cannabis ou haxixe, provoca relaxamento,euforia, diminuição das inibições e aumento do apetite na fase final do efeito.
A sobredosagem cria pânico e o seu uso a longo prazo cria debilitação, e síndrome amotivacional.

haxixe

 

Heroína

 

"Para os jovens rapazes, o facto de consumir uma droga que implica que a vida «corra» em função da sua dependência, está de alguma forma relacionada com a demonstração dos valores comumente associados ao género masculino como a «coragem», a «aventura» e o «risco»"
"Enquanto que para as raparigas jovens esse processo de envolvimento com a heroína está normalemente carregado de uma simbologoa negativa e de uma inconformidade e não aceitação das práticas desenvolvidas por elas"
(Pais, J. Machado. org; in Traços e Riscos de Vida;1999:132,133)

A heroína deriva da morfina e pode ser injectada, fumada e snifada. Cria grande dependência física e psíquica.
O seu uso habitual alivia a dor e a ansiedade e cria euforia. A sobredosagem pode causar miose, depressão do sistema respiratório, edema pulmonar, baixa de temperatura e morte.
A longo prazo o consumo de heroína pode causar: letargia, obstipação, impotência, amenorreia, doenças físicas, por vezes graves, criminalidade e morte.

heroína

 

LSD

 

" Os toxicodependentes não são iguais, são mesmo muito diferentes uns dos outros"
(Pais, J. Machado. org; in Traços e Riscos de Vida;1999:132,133)

O LSD é uma droga sintética.
É tomada por via oral.
A dependência psíquica que cria é baixa e fisicamente, a sua dependência é nula.
O uso habitual tem os seguintes efeitos: alterações das percepções, especialmente das visuais, alucinações, pânico, flashbacks e midríase.
A overdose de LSD cria ansiedade, pânico, alucinações, tremores e psicose.
A longo prazo, o LSD cria pânico, más viagens, alucinações e psicoses.

lsd

 

Solventes

" Este bem-estar associado ao divertimento
e à festa leva à procura de um refinamento
na arte de viver os grupos de lazer.
Esses refinamentos recorrem não só á utilização do condumo de álcool, mas também de outras drogas".

(Pais, J. Machado. org; in Traços e Riscos de Vida;1999:99)

Os solventes são de origem sintética. São, mais frequentemente, inalados.
Criam grande dependência psíquica, embora a dependência física seja nula.

Em relação aos seus efeitos, o consumo habitual de solventes cria relaxamento, euforia e uma sensação de flutuar. A sobredosagem, por seu lado, criaataxia, por vezes asfixia e morte.
A longo prazo o consumo de solventes provoca danos cerebrais, hepáticos e da medula óssea, e morte.

solventes

 

Opium

 

" Obrigado! Aqui somos tratados como pessoas outra vez!!"
(Pais, J. Machado. org; in Traços e Riscos de Vida;1999:107)

Apesar do ópio ter sido sempre utilizado com fins medicinais, actualmente as quantidades transaccionadas pelo munod inteiro, não têm esse fim. O ópio é trazido para ser preparado quimicamente, para produzir morfina e codeína, principalmente. Embora a morfina seja agora utilizada com fins medicinais, o tráfico de ópio continua a ter destino no mercado das drogas. Alguns dos componentes químicos do ópio, não têm, no entanto, consequências graves para o organismo humano.

ópio

 

publicado por edgarasta às 21:13
link do post | comentar | favorito
|

.quem sou eu!!!

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O Recomeço

. Crianças sem Natal

. Capoeira

. Não sou nada sem ti

. Ser Pai

. Bob Marley: o homem que n...

. Qual é, afinal, o signifi...

. Assim começa... ...assim ...

. «desde 1990»

. Primavera bem vinda

. Mãe Natureza

. Palavras para quê????????...

. "ClanDestinos" -organiza...

. amigos reggaeiros

. De Que Vale a Sabedoria ?

. Gente Pobre

. A Vergonha e a Injustiça ...

. Dreadlocks

. é o nº 10, finta com os d...

. ...Ritmo,,,

. ...Acordes...pratica...

. ...Acordes...teoria...

. ...Básico...mão esquerda....

. ...Básico...afinação...

. ...Básico...solfejo...

. ...Básico...introdução...

. ...Iniciação...

. ,,, A Guitarra...

. ANGOLA

. Camada Ozono:

. Problemática da Droga

. Baixa da Banheira

. Miséria

. Miséria e Fome

. Ups!!! Com Licença..........

. Porque ela existe

. Pergunto!

. Parar com a Destruição do...

. Babilônia homenageia Bob ...

. FOME / POBREZA / DESI...

. Africa / Portugal

. A lenda

.arquivos

. Outubro 2013

. Dezembro 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Setembro 2008

. Junho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds